Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/5728
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorMaria Gico Lima Montenegro, Suzana pt_BR
dc.contributor.authorJosé Barros Gurgel, Gustavopt_BR
dc.date.accessioned2014-06-12T17:41:32Z-
dc.date.available2014-06-12T17:41:32Z-
dc.date.issued2005pt_BR
dc.identifier.citationJosé Barros Gurgel, Gustavo; Maria Gico Lima Montenegro, Suzana. Modelagem numérica aplicada à análise da intrusão marinha na região sul da Planície do Recife(PE). 2005. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2005.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/5728-
dc.description.abstractAs águas subterrâneas representam uma forma segura de armazenamento de água e em alguns lugares deveriam ser utilizadas apenas como reserva estratégica. Porém, o gerenciamento inadequado dos aqüíferos costeiros permite o surgimento de problemas que podem representar o esgotamento das águas subterrâneas e o risco da intrusão marinha. Demandando 14 m³/s, a Região Metropolitana do Recife tem enfrentado problemas com o déficit do abastecimento público em diversas ocasiões. Uma crise no abastecimento público em 1998 e 1999 levou os mananciais superficiais da Região Metropolitana do Recife a níveis próximos ao colapso, gerando um aumento de poços construídos. Esse trabalho objetiva a análise da possibilidade de intrusão marinha no aqüífero Cabo, considerando a super-explotação pelo crescente número de poços construídos. O Aqüífero Cabo é confinado e encoberto pelo aqüífero freático Boa Viagem, que apresenta água contaminada por diversas fontes inclusive esgotos. A área de estudo escolhida foi a região dos bairros Boa Viagem e Pina em Recife e Piedade em Jaboatão dos Guararapes. Analisando os dados de monitoramento da condutividade elétrica, foi possível definir os pontos críticos da área monitorada. Foi escolhido para a simulação de cenários, o modelo computacional SHARP versão 1.1 de 10/05/99 desenvolvido pela USGS. As simulações utilizaram dados de cadastros de poços, dados hidrodinâmicos e geológicos obtidos em trabalhos publicados e de campo. Para a modelagem computacional foram definidas duas malhas de nós aplicadas em três seções transversais à linha costa, as quais abrangem 15 Km sendo 5 Km sobre mar e 10 Km sobre continente para uma malha e 10 Km sendo 5 Km sobre continente e 5 Km sobre o mar para a outra malha. Os resultados alcançados confirmam o rebaixamento dos níveis potenciométricos causados pela superexplotação do aqüífero, o que favorece a infiltração vertical de águas contaminadas do aqüífero freático e aumenta o risco de upconings sob os poços de bombeamento. A aplicação de poços de injeção formando barreiras hidráulicas apresentou eficiência contra o avanço generalizado da cunha salina, mas não garante proteção efetiva contra upconings . Por outro lado, a aplicação de poços de injeção em pontos diversos, apresentou eficiência contra upconings e principalmente contra o rebaixamento da carga hidráulicapt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de Pernambucopt_BR
dc.subjectSalinizaçãopt_BR
dc.subjectAqüífero costeiropt_BR
dc.subjectmodelagempt_BR
dc.titleModelagem numérica aplicada à análise da intrusão marinha na região sul da Planície do Recife(PE)pt_BR
dc.typeDissertacaopt_BR
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Engenharia Civil

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo6415_1.pdf6.62 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.