Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/5726
Title: Desempenho dos modelos da NBR-6118 para análise de vigas contínuas em concreto armado
Authors: de Moraes Rêgo, Gustavo
Keywords: Concreto Armado; Análise Não-Linear; Análise Plástica; Ductilidade
Issue Date: 2005
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: de Moraes Rêgo, Gustavo; Horowitz, Bernardo. Desempenho dos modelos da NBR-6118 para análise de vigas contínuas em concreto armado. 2005. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2005.
Abstract: Vigas contínuas são peças essenciais em soluções estruturais para prédios, pontes, passarelas e viadutos. O colapso, em flexão, dessas peças não se dá necessariamente com o esgotamento da capacidade resistente da seção transversal mais solicitada. Devido ao fenômeno de redistribuição de esforços, o colapso pode ocorrer quando um número suficiente de rótulas plásticas é formado, transformando a estrutura em mecanismo. No entanto, para a formação deste mecanismo é preciso que determinadas seções críticas tenham capacidade de rotação plástica suficiente. Este trabalho tem como objetivo avaliar, comparar com resultados experimentais e implementar os diversos modelos de análise estrutural, na flexão, contemplados na NBR-6118: (I) Análise Linear Elástica; (II) Análise Linear com Redistribuição; (III) Análise Plástica; (IV) Análise Não-Linear. No segundo modelo, são utilizados coeficientes de redistribuição permitidos pela norma. Na análise plástica é utilizado um método matemático de otimização não-linear, o qual limita as rotações plásticas requeridas pelas seções críticas às rotações admissíveis de norma. Para o cálculo das rotações requeridas, pode-se utilizar relação momento-curvatura bilinear ou trilinear. Já para a análise não-linear, inicialmente é desenvolvido procedimento computacional para o cálculo da relação momento-curvatura, considerando as relações constitutivas não-lineares para o aço e para o concreto. Para este último, dentre algumas curvas, utiliza-se um modelo que descreve o comportamento pós-pico da compressão, levando em consideração fatores importantes, tais como as dimensões da peça e o gradiente de deformação da seção transversal. É considerada a contribuição à tração do concreto entre fissuras com controle pós-fissuração. De posse das relações momento-curvatura a análise nãolinear de vigas contínuas é efetuada através do método da rigidez secante com controle de deformação. Finalmente, as respostas (coeficiente de redistribuição, modo de ruptura da viga, carga última e momentos nas seções críticas) dos modelos apresentados são comparadas com vigas contínuas de dois vãos ensaiadas experimentalmente, disponíveis na literatura
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/5726
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Engenharia Civil

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo6409_1.pdf1.66 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.