Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/5475
Title: Análise do colapso de um solo compactado devido à inundação e à interação solo-líquido contaminante
Authors: Motta, Eduarda de Queiroz
Keywords: Mecânica dos solos;Solos colapsíveis;Contaminação do solo
Issue Date: 2006
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: de Queiroz Motta, Eduarda; Romero de Lemos Meira, Silvio. Análise do colapso de um solo compactado devido à inundação e à interação solo-líquido contaminante. 2006. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2006.
Abstract: O comportamento de colapso de um solo compactado, devido à inundação com diferentes líquidos, é analisado atra´ves de ensaios de laboratório. O solo é uma Areia Amarelo-Ac]vermelhada do Município de Petrolândia, situado na região Semi-àrida do Estado de Pernambuco, a 520 Km do Recife. O solo foi coletado entre profundidades de 1,0 e 2,2 m, onde geralmente estão assentes as fundações rasas, e foi compactado estaticamente com peso específico aparente seco de campo e máximo da umidade natural ótima, respctivamente. O colapso foi induzido através da inundação das amostras com Esgoto Bruto; soluções preparadas a base de substâncias que compõem as àguas Servidas (àgua Sanitária, Detergente Liquido, Sabão em Pó e òleo de Solja; Chorume; e àgua Destilada, que serviu como parâmetro comparativo entre líquidos utilizados. No programa de investigação geo~écnica em laboratório, realizaram-se ensaios de caracterização física do solo natural; ensaios endométricos, simples e duplos; ensaios de caracterização química do solo, antes e após inundação com diferentes líquidos e ensaios físico-químicos dos líquidos utilizados para inundação nos ensaios edométrico. Analisam-se as influências de alguns fatores que provocam e atuam no colapso, como: o peso específico aparente seco e teor de umidade inicial; tensão vertical de inundação; e interação solo-líquido percolante, através das características físico-químicas dos líquidos utilizados. Conclui-se que a magnitude do colapso e do comportamento de compressibilidade do solo depende do estado tensional do solo (tensão aplicada, estrutura e variação de teor de umidade) e da interação físico-química entre solo e líquido de inundação. Constata-se a influência da tensão superficial dos líquidos no tempo da sua interação com o solo; e verificam-se, nestes solo, a tendência a Potenciais de Colapso mais altos para líquidos de pH mais alcalinos e a leve tendência a Potenciais de Colapso mais altos para líquido de inundação com maisores condutividades. No entanto, deve-se analisar o conjunto de fatores que influenciam no comportamento colapso do colo, e não atibuí-lo apenas a um fator isolado
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/5475
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Engenharia Civil

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo6140_1.pdf2 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.