Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/5410
Title: Estudo da cinetica de recristalizacao da liga de aluminio AA8011 na condicao H18
Authors: LIMA, Emmanuel Pacheco Rocha
Keywords: Cinética de Recristalização; Ligas de Alta Conformabilidade
Issue Date: 2002
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Pacheco Rocha Lima, Emmanuel; Artur Sanguinetti Ferreira, Ricardo. Estudo da cinetica de recristalizacao da liga de aluminio AA8011 na condicao H18. 2002. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mecânica, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2002.
Abstract: A liga AA 8011 é uma das mais versáteis ligas comerciais de alumínio. A diversidade de suas aplicações depende não só de sua composição química, mas, principalmente, das transformações microestruturais que ela venha a sofrer. Nesse contexto, o estudo da cinética de recristalização assume um papel relevante por possibilitar o controle do estado encruado em função do tempo de tratamento. O objetivo deste trabalho é determinar as cinéticas de recristalização para cada propriedade considerada e estudar seus mecanismos. Para tanto, foram realizadas, inicialmente, análises dinâmicas em DSC para determinação da temperatura de recristalização da liga encruada para cada composição analisada. Em seguida, diferentes amostras foram recozidas em temperaturas próximas à de pico da curva DSC em tempos que variaram de 5 a 180 minutos. Depois de tratadas, as amostras foram submetidas a ensaios mecânicos (dureza Vickers e tração uniaxial) para levantamento das curvas Propriedades versus Tempo. Os valores das propriedades mecânicas foram relacionados biunivocamente aos da fração transformada para determinação da cinética de recristalização. Para a caracterização do processo e de seus mecanismos, foram realizadas análises em raios-x, microscopia óptica e eletrônica de transmissão MET. Os resultados mostraram que a equação da fração recristalizada segue a lei empírica de formação prevista por Jonhson-Mehl-Avrami para qualquer propriedade considerada, assim como, as modificações microestruturais que ocorrem, excluindo-se a recristalização, são decorrentes da decomposição spinodal e influenciam significativamente a plasticidade do material. Concluímos que a cinética de recristalização tem um comportamento anisotrópico, no qual o do sentido longitudinal expressa-se diferentemente do transversal, e anômalo no que diz respeito à evolução das propriedades nos domínios elástico e plástico
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/5410
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Engenharia Mecânica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo7329_1.pdf1.08 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.