Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/4647
Título: Atividades de produção de textos no livro didático de alfabetização: o caso do Novo Letra Viva
Autor(es): SILVA, Roseane Pereira da
Palavras-chave: Educação;Alfabetização;Produção de texto;Livro didático;Educação infantil
Data do documento: 2004
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Pereira da Silva, Roseane; Borges Correia de Albuquerque, Eliana. Atividades de produção de textos no livro didático de alfabetização: o caso do Novo Letra Viva. 2004. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2004.
Resumo: A pesquisa descrita nesse trabalho analisou as atividades de produção de textos em um livro didático de alfabetização o Novo Letra Viva considerando os critérios do PNLD para a produção de textos escritos. Evidenciamos que o livro promove um tipo de escolarização que atende à concepção enunciativa da linguagem que está subjacente nos critérios presentes na ficha de avaliação do PNLD 2004. Nesse sentido, os alunos foram solicitados a produzir diferentes gêneros e dos diferentes domínios sociais de comunicação. Os gêneros sugeridos para a produção são longos e curtos. No primeiro caso, os alunos foram solicitados a escrever individualmente; no segundo, algumas vezes, o professor foi o escriba. No entanto, não houve, por parte das autoras, uma preocupação com a progressão (escrever textos curtos no início do ano e mais longos no final do ano). Assim, as autoras do livro conceberam os alunos alfabetizandos como produtores de textos em potencial. Quanto aos critérios do PNLD, observamos que em relação à tipologia as crianças foram levadas a produzir diferentes gêneros e tipos textuais. No que diz respeito às condições de produção, com exceção da definição do gênero a ser produzido, os outros aspectos se restringiram, na maioria das situações, ao contexto escolar. Já os aspectos relacionados à construção da textualidade, no geral, foram melhores explicitados, portanto, mais fáceis de serem escolarizados. No que se refere à avaliação dos textos produzidos, constatamos que esse critério surgiu no Manual do Professor com o objetivo de avaliar, através das produções textuais, o nível de escrita do aluno. Concluímos que as propostas de atividades de produção de textos escritos no Novo Letra Viva contemplam os diferentes critérios postulados pelo PNLD. No entanto, julgamos que alguns dos critérios das condições de produção encontraram limites impostos pela natureza da instituição escolar
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/4647
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Educação

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo5720_1.pdf5,38 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.