Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/4510
Título: Experiências didático-metodológicas de professoreclasse comum/regular com alunos surdos
Autor(es): Santana, Maria Zélia de
Palavras-chave: Inclusão; Segregação; Deficiente auditivo; Aluno com deficiência; Prática de ensino
Data do documento: 2006
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Zélia de Santana, Maria; José de Lima, Francisco. Experiências didático-metodológicas de professoreclasse comum/regular com alunos surdos. 2006. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2006.
Resumo: Nos últimos anos, a escola vem sendo lócus de diversas discussões e de mudanças em relação ao lugar em que os alunos com deficiência devem ocupar. Dentre esses debates, a inclusão é um campo fundamental para a atual compreensão da prática docente. Nesse sentido, esta pesquisa teve como objetivo apresentar experiências didático-metodológicas utilizadas por professores de escola regular/comum com aluno surdo. Elegemos como foco de nossa investigação as estratégias didático pedagógicas, utilizadas em sala de aula regular, com o intuito de ampliar a discussão sobre a educação, em particular, a educação do aluno com deficiência auditiva e, ao mesmo tempo, desbravar a prática pedagógica como forma de entender como está se efetivando a política de inclusão escolar, implantada pelo município de Camaragibe-PE. Para tanto, esse trabalho utilizou, na coleta de dados, observações em salas de 1ª a 4ª série e entrevistas, a fim de explicitar as estratégias utilizadas, os sentimentos, as dificuldades ou os avanços na prática docente, frente a esse aluno. Como fundamentação teórica, baseou-se no paradigma da inclusão, trazendo à tona os conhecimentos, reflexões e conflitos vivenciados em sala de aula, relacionando-os às estratégias utilizadas para o ensino de alunos surdos. Constatou-se que essa realidade diverge do que propõe a teoria inclusiva, e que as dificuldades apresentadas estão ligadas muito mais à necessidade de mudança na relação com o Outro, do que propriamente em relação à formação e a prática docente. A observação em sala de aula também denunciou o funcionamento de uma educação paralela, a qual vem sendo vivenciada através de uma prática pedagógica que segrega e isola o aluno surdo, colocando-o na condição de diferente. Desvelou-se a necessidade de se investir nas estratégias complementares de aprendizagem e que as práticas com tendências inclusivas foram conseqüências de redefinições de práticas pedagógicas pelo professor
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/4510
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Educação

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo5389_1.pdf555,79 kBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.