Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/4186
Title: Trabalho e maternidade : regularidades enunciativas do discurso da feminilidade no currículo da EJA e no currículo cultural da telenovela
Authors: Paula Rufino dos Santos, Ana
Keywords: Feminilidade; Discurso; Pedagogia cultural; Telenovela; Estudos Culturais; Educação de Jovens e Adultos; Currículo.
Issue Date: 31-Jan-2011
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Paula Rufino dos Santos, Ana; Tenório de Carvalho, Rosângela. Trabalho e maternidade : regularidades enunciativas do discurso da feminilidade no currículo da EJA e no currículo cultural da telenovela. 2011. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.
Abstract: A presente dissertação tem no discurso da feminilidade o objeto de saber/poder/ser currículo da Educação de Jovens e Adultos (EJA); e o currículo cultural da telenovela Viver a Vida, ou seja, o discurso da feminilidade como aquilo de que podemos falar na prática discursiva da escola e na prática discursiva da mídia. Sob o entendimento de que não há saber sem uma prática discursiva definida, na medida em que toda prática discursiva pode definir-se pelo saber que ela forma foi feito o desenho da seguinte pergunta de pesquisa: Quais as interpenetrações do discurso sobre feminilidade entre os discursos do currículo escolar da EJA e do currículo cultural da telenovela? Essa questão tem como desdobramento outras questões como, qual a função enunciativa desse discurso? Qual a memória discursiva sobre as relações de gênero desses textos curriculares? Quais as regularidades enunciativas desses enunciados? Do ponto de vista teórico-metodológico esta investigação, no campo dos Estudos Culturais e da Pedagogia Cultural inscreve-se em uma empreitada investigativa à moda foucaultiana, o que significa que é preciso trabalhar arduamente com o próprio discurso, deixando-o aparecer na complexidade que é peculiar. Tais discursos do currículo escolar e do currículo cultural exigem a escolha de lugares enunciativos que as represente. Nesse sentido elegeram-se: i) os textos que compõem o discurso curricular da SEEL/PCR formado pela Proposta Curricular para o Ensino Fundamental e as Proposições para o Ensino Fundamental da EJA, pelos diários de classe da EJA do ano de 2009, dos boletins eletrônicos da PCR postados entre 2009 e 2010 e textos de livros didáticos; ii) textos que engendram o discurso cultural da telenovela: seleção de cenas retiradas do conjunto de duzentos e nove capítulos (209) da telenovela Viver a Vida, exibida entre 14/09/2009 a 14/05/2010 pela Rede Globo de Televisão, resumo da trama novelística, artigos de jornais eletrônicos e impressos de revistas voltadas para este produto midiático. A articulação do aporte teórico e metodológico escolhido nos possibilitou apreender como se dá a interpenetração dos discursos sobre feminilidade entre a pedagogia cultural da telenovela e a pedagogia escolar
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/4186
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo3367_1.pdf1.69 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.