Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/4130
Title: Educação e violência sob os olhares e as vozes dos estudantes moradores da favela do Coque
Authors: Sena, Izabel Adriana Gomes de
Keywords: Processos Civilizacionais.; Configurações Sociais; Violência; Escola Pública; Educação
Issue Date: 31-Jan-2011
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Adriana Gomes de Sena, Izabel; Fernandes de Souza, Edilson. Educação e violência sob os olhares e as vozes dos estudantes moradores da favela do Coque. 2011. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.
Abstract: Esta pesquisa teve como objetivo analisar as percepções dos estudantes moradores da favela do Coque sobre a educação, buscando revelar o real lugar que a escola tem para os jovens que a frequentam. Procuramos identificar as temáticas que se sobressaiam em suas histórias de vida, conferindo destaque ao papel da escola pública em relação à pobreza e à desigualdade social. Analisamos as diferenças existentes entre as escolas públicas localizadas nas áreas centrais e as escolas inseridas nas regiões periféricas das cidades. Para tanto, optamos por uma pesquisa de campo. A nossa investigação foi realizada no Sistema Estadual de Ensino de Pernambuco, com foco nas seguintes instituições: Escola Estadual Joaquim Nabuco e a Escola Estadual Monsenhor Manuel Leonardo de Barros Barreto, ambas localizadas em uma área periférica da cidade do Recife, bairro de São José, favela do Coque. Entrevistamos estudantes de ambos os sexos matriculados no Ensino Fundamental e Médio das referidas escolas. Por entendermos que as formações das sociedades e suas respectivas memórias são descontínuas e que as pessoas criam e recriam suas imagens, tradições e identidades, escolhemos a História Oral de Vida aliada a um tipo de procedimento, a Análise de Conteúdo como aportes metodológicos para a realização da investigação. A oralidade nos fez descobrir seu papel através das lembranças, representações e nos auxiliou na construção das histórias dos estudantes moradores da favela do Coque. Com essa perspectiva, tecemos os fios desse trabalho dando vozes aos jovens estudantes. No decorrer da pesquisa identificamos que era preciso ir além do ambiente escolar, conhecer o Coque nas suas ruas e becos, olhar os moradores, os vizinhos das escolas, as suas casas e as diferentes instituições que estão localizadas dentro dessa configuração social. Portanto, decidimos conhecer a favela do Coque e observarmos de perto algumas das suas muitas peculiaridades. Para registrarmos esses momentos construímos um diário de campo. Os resultados apontaram que as relações estabelecidas no ambiente escolar, entre professores, funcionários e estudantes são em sua maioria, frágeis e desarticuladas da realidade que extrapola os espaços escolares. Para os entrevistados, portanto, a educação se constitui nas relações familiares onde os pais repassam os conceitos, os valores morais e os comportamentos entendidos como adequados para seus filhos.Pois, a educação é uma ação voltada para os comportamentos e relacionamentos dos indivíduos. Nesse sentido, entendemos que esta investigação contribuiu no alargamento das observações sobre os problemas sociais que invadem a escola pública e as tensões que circundam esse território
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/4130
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo2554_1.pdf3.69 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.