Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/3986
Título: Educação do campo e democratização : um estudo a partir de uma proposta da sociedade civil
Autor(es): PIRES, Angela Maria Monteiro da Motta
Palavras-chave: Educação do campo; Participação; Gestão democrática; Sociedade civil; Democracia
Data do documento: 31-Jan-2008
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Maria Monteiro da Motta Pires, Angela; Macedo Gomes, Alfredo. Educação do campo e democratização : um estudo a partir de uma proposta da sociedade civil. 2008. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2008.
Resumo: Este estudo objetiva investigar a democratização da educação do campo a partir de uma proposta elaborada pela Organização Não Governamental SERTA. A proposta estudada é intitulada de Proposta Educacional de Apoio ao Desenvolvimento Sustentável (PEADS). O estudo fundamenta-se, principalmente, nas elaborações teóricas de Boaventura de Sousa Santos, particularmente nos conceitos de democracia participativa ou democracia de alta intensidade. Ao tratar a temática, procuramos considerar todos os espaços de gestão educacional em que se materializam a gestão e as práticas escolares. Nessa perspectiva, analisamos a PEADS como proposta de educação do campo adotada por administrações municipais, objetivando apreender como uma proposta advinda de uma organização da sociedade civil vem se construindo na realidade local do município de Lagoa do Itaenga, em Pernambuco. Adotamos como abordagem metodológica o processo de triangulação de dados e procedimentos, em que se inclui o estudo etnográfico, por meio do qual buscamos trilhar o caminho da compreensão da realidade como real relacional e a análise de conteúdo, como método de análise de texto, falas, documentos e discursos apreendidos através de entrevistas, observação participante e dados estatísticos. Como campo de investigação, escolhemos a PEADS, através dos atores sociais que conhecem, trabalham e trabalharam e com essa proposta, particularmente o SERTA, a Secretaria Municipal de Educação, gestores locais, professores, coordenadores e formadores. As análises permitem identificar que vem se materializando a democratização do acesso e sendo garantida a permanência dos alunos nas escolas. Entretanto, no que se refere à democratização da gestão e da escola, foram identificadas algumas práticas participativas, na medida em que os pais começaram a valorizar mais a escola e a freqüentá-la, os alunos a se envolverem mais, e as ações acontecerem de forma articulada, mas a autoridade partilhada não foi detectada na nossa pesquisa. Dessa forma, a implantação da PEADS, na medida em que não propiciou uma participação nas decisões em relação à educação do campo no município, distancia-se do que é denominado por Santos de democracia participativa ou democracia de alta intensidade
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/3986
Aparece na(s) coleção(ções):Teses de Doutorado - Educação

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo3497_1.pdf1,55 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.