Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/3601
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorJosé Rolim Neto, Pedro pt_BR
dc.contributor.authorLuiza Maurer da Silva, Anapt_BR
dc.date.accessioned2014-06-12T16:32:19Z-
dc.date.available2014-06-12T16:32:19Z-
dc.date.issued2006pt_BR
dc.identifier.citationLuiza Maurer da Silva, Ana; José Rolim Neto, Pedro. Desenvolvimento da forma farmacêutica suspen-são à base de benznidazol para utilização no trata-mento da doença de chagas. 2006. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2006.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/3601-
dc.description.abstractA Doença de Chagas ou tripanossomíase americana é uma doença endêmica e negligen-ciada exclusiva do continente americano, principalmente América Central e América do Sul. Estimativas apontam entre 16 a 18 milhões de pessoas infectadas pelo Trypanoso-ma cruzi. O benznidazol é, atualmente, o ativo quimioterapeuticamente ativo contra o T. cruzi. Até 2003 os comprimidos de benznidazol eram produzidos pelo grupo farmacêu-tico Suíço Roche®, com o nome de Rochagan®, a partir deste ano teve sua tecnologia transferida para o Governo Brasileiro, onde o Laboratório Farmacêutico do Estado de Pernambuco (LAFEPE®) passou a ser o seu produtor mundial. O presente trabalho tem como objetivo apresentar o desenvolvimento farmacotécnico da forma farmacêutica suspensão a base de benznidazol 2%, baseado em uma planificação qualitativa e quanti-tativa dos excipientes para realização de testes de bancada visando à obtenção de uma forma farmacêutica com qualidade e baixo custo, que possa a vir a facilitar a adminis-tração de dosagens para pacientes pediátricos e geriátricos. Para tanto foi necessário o desenvolvimento e validação de metodologia analítica para matéria-prima e produto acabado comprimidos e suspensão, tanto por Espectrofotômetro, como por Cromatogra-fia Líquida de Alta Eficiência (CLAE), obedecendo aos parâmetros estabelecidos na Resolução - RE n° 899 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). A sus-pensão de benznidazol desenvolvida apresentou boa qualidade e a suspensão pó extem-porâneo encontra-se em estudo de estabilidade. Este estudo foi realizado em parceria com o Laboratório de Tecnologia dos Medicamentos do Departamento de Ciências Farmacêuticas da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e o Laboratório Farma-cêutico do Estado de Pernambuco (LAFEPE®)pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de Pernambucopt_BR
dc.subjectMétodo Analíticopt_BR
dc.subjectDoença de Chagaspt_BR
dc.subjectSuspensãopt_BR
dc.subjectBenznidazolpt_BR
dc.titleDesenvolvimento da forma farmacêutica suspen-são à base de benznidazol para utilização no trata-mento da doença de chagaspt_BR
dc.typemasterThesispt_BR
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Ciências Farmacêuticas

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo6395_1.pdf2,25 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.