Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/2572
Title: A utilização de métricas na Gerência de Projetos de Software: uma abordagem focada no CMM Nível 2
Authors: Moreira Carneiro Campêlo, Gabriela
Keywords: Gerenciamento de projetos de software;Capability Maturity Model for Software (CMM);Desenvolvimento de software
Issue Date: 2002
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Moreira Carneiro Campêlo, Gabriela; Perrelli de Moura, Hermano. A utilização de métricas na Gerência de Projetos de Software: uma abordagem focada no CMM Nível 2. 2002. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2002.
Abstract: Uma das maiores dificuldades encontradas no gerenciamento de projetos de software, é saber a dimensão do que está sendo gerenciado. Inúmeras dúvidas são pertinentes aos gerentes de projeto quando se fala em dimensionamento, prazo e custo dos projetos. Diante dos problemas encontrados no desenvolvimento de software, tais como software que não atende aos requisitos de funcionalidade e qualidade esperados pelo cliente, projetos que extrapolam prazo e custo previsto, entre outros, pesquisas têm mostrado que o elevado número de projetos fracassados são decorrentes de uma gerência de projetos ineficiente. A gestão de projetos e produtos de software somente atinge determinado nível de eficácia e exatidão se houver medidas que possibilitem gerenciar através de fatos. Dessa forma, identificamos as métricas como uma das principais ferramentas de apoio ao gerente de projetos, pois fornecem um conjunto de informações tangíveis para planejar o projeto, realizar estimativas, gerenciar e controlar os projetos com maior precisão. Por outro lado, um sistema efetivo de medição é recomendado por vários modelos de qualidade de software, como aspecto fundamental para subsidiar as atividades de planejamento e gerenciamento de projetos. Entre esses modelos, o Capability Maturity Model for Software (CMM) destaca-se como um dos modelos de qualidade de software mais adotados no mundo e recomenda fortemente o uso de métricas. Particularmente o nível 2 de maturidade do CMM, recomenda que sejam estabelecidos processos básicos de gerência de projetos de software para controlar e acompanhar custos, cronogramas e funcionalidades, todos recomendando o uso de métricas. O trabalho apresentado nesta dissertação foca na qualidade do desenvolvimento de software, através de uma gerência de projetos eficiente, guiada pelas normas do CMM nível 2 e fazendo uso de métricas como ferramenta fundamental para uma efetiva gerência de projetos. Sem a utilização de métricas, o planejamento e acompanhamento de projetos tornam-se atividades empíricas, realizadas com base apenas no sentimento e experiência dos gerentes de projetos. Com este trabalho buscamos contribuir para o aperfeiçoamento do gerenciamento de projetos nas organizações que realizam desenvolvimento de software, introduzindo nas mesmas uma cultura de utilização de métricas para realização de acompanhamento dos projetos, gerenciamento da qualidade do produto gerado e construção de uma base histórica para estimativas de projetos futuros, segundo as diretrizes do CMM 2
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/2572
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Ciência da Computação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo5090_1.pdf288.27 kBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.