Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/2548
Título: A semântica formal de MooZ
Autor(es): Min, Lin Tse
Palavras-chave: Linguagem de especificação MooZ; Semântica formal
Data do documento: 1993
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Tse Min, Lin; Romero de Lemos Meira, Silvio. A semântica formal de MooZ. 1993. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 1993.
Resumo: Este trabalho descreve uma semântica formal para MooZ, uma extensão µa linguagem Z proposta pelo Grupo de Especificações Formais do DI/UFPE. Os conceitos fundamentais de orientação a objetos foram incluídos em MooZ: abstração, encapsulamento, modularidade e hierarquia. A semântica formal é apresentada como uma extensão à semântica de variedades pro- posta por J.M. Spivey para Z. A extensão traz como vantagens um maior entendimento da facilidade de expressão de MooZ em relação à Z e a demonstração de que MooZ é uma extensão conservativa de Z. Após uma introdução informal à MooZ, os conceitos da teoria axiomática dos conjun- tos de Zermelo-Fraenkel utilizados para descrever a semântica de MooZ são apresentados e especificados em Z. O sistema de tipos de MooZ é descrito e o modelo de assinaturas, estruturas e variedades de Spivey é expandido para comportar os conceitos de MooZ. As funções semânticas que fornecem o significado de cada elemento de MooZ são definidas. Por fim, são apresentadas a importância deste trabalho, as dificuldades encontradas no seu desenvolvimento e as sugestões para a sua continuação
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/2548
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Ciência da Computação

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo4936_1.pdf1,26 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.