Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/2540
Title: Sistema para Agrupamento de Dados baseado no Comportamento Superparamagnético do Modelo de Potts
Authors: das Graças da Silva Oliveira, Maria
Keywords: Agrupamento de dados; Interface; Interação; Dendrograma; Modelo físico
Issue Date: 2004
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: das Graças da Silva Oliveira, Maria; César Frery Orgambide, Alejandro. Sistema para Agrupamento de Dados baseado no Comportamento Superparamagnético do Modelo de Potts. 2004. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2004.
Abstract: O agrupamento de dados é uma das operações mais importantes na análise de informações. Esta operação consiste em, dada uma massa de informações a respeito de uma população de indivíduos, procurar grupos de elementos semelhantes entre si e diferentes dos outros. Essa técnica encontra aplicações em praticamente todas as áreas, desde análise de imagens até bioinformática. Quando o volume de dados é considerável, o problema se torna computacionalmente muito difícil. Recentemente foi estabelecida uma analogia entre o problema de agrupamento e a procura de configurações típicas de um modelo físico, o modelo de Potts. Dado que existem algoritmos eficientes para a localização dessas configurações, como por exemplo a dinâmica de Swendsen-Wang, é possível aplicar essas técnicas para um grande volume de dados e em uma grande diversidade de situações. Para verificar essa analogia foi desenvolvido o programa SPC, em linguagem C, pelo Professor Eytan Domany, do Departamento de Física de Sistemas Complexos, do Instituto de Ciência de Weizmann, em Israel. A função principal desse programa é a geração de agrupamentos de dados utilizando uma nova técnica de agrupamento baseada na analogia citada. Essa técnica ficou conhecida como superparamagnética e se baseia na procura de ocorrências de um certo modelo de Potts não-homogêneo em um estágio intermediário entre duas fases do magnetismo, a ferromagnética e a paramagnética. O programa SPC utiliza a dinâmica de Swendsen-Wang para simular os estados típicos do modelo de Potts. Esta dissertação estuda essa técnica de agrupamento e apresenta proposta, construção e avaliação de um sistema amigável para sua aplicação em diversas situações. O resultado deste trabalho é uma interface amigável, desenvolvida em IDL, que permite tanto a especificação dos parâmetros que determinam o funcionamento do algoritmo SPC quanto a análise dos resultados por ele produzidos. Esta análise permite a visualização dos agrupamentos superparamagnéticos através de gráficos hierárquicos (dendrogramas). Esses dendrogramas oferecem ao usuário mecanismos de interação para descoberta de informações, bem como análises quantitativas (média, variância, mediana, curtose, coeficiente e assimetria, entre outras) e qualitativas (Brushplots) dos dados. A junção desse sistema com o programa SPC foi empregada com sucesso na análise de dados
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/2540
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Ciência da Computação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo4851_1.pdf9 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.