Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/2510
Título: Uma biblioteca de componentes semânticos para especificação de linguagens de programação
Autor(es): Travassos Sarinho, Victor
Palavras-chave: Semântica de Ações;Paradigmas de Linguagens de Programação;Componentes Semânticos;Reusabilidade Semântica
Data do documento: 2003
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Travassos Sarinho, Victor; Perrelli de Moura, Hermano. Uma biblioteca de componentes semânticos para especificação de linguagens de programação. 2003. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2003.
Resumo: Semântica de ações, um formalismo para especificação de linguagens de programação, define um conjunto padrão de operadores que descrevem conceitos comuns encontrados em linguagens de programação. Estes operadores facilitam a especificação de linguagens de programação porque eles liberam o projetista de linguagens da manipulação de definições complexas usadas para descrevê-las. Entretanto, as especificações em semântica de ações não foram projetadas para serem reusadas ou estendidas. De fato, copiar/colar especificações é o único caminho para reutilizar semânticas de linguagens de programação, ou seja, é extremamente ineficiente e perigosa, no sentido de não produzir uma especificação totalmente confiável, seja por funções semânticas extremamente restritas à linguagem, seja por diferenças sintáticas mínimas que impedem uma integração adequada. Também devemos considerar o fato de que a maioria das linguagens existentes apresentam uma grande semelhança conceitual do ponto de vista semântico, uma vez que o desenvolvimento de novas linguagens de programação geralmente é influenciado por linguagens previamente existente. Portanto, o objetivo deste trabalho é, através do uso da semântica de ações baseada em componentes, uma técnica que permite melhorar a reutilização de especificações em semântica de ações, definir componentes semânticos para estruturas sintáticas abstratas, capazes de representar conceitos de linguagens de programação separados pelos diversos paradigmas de linguagens de programação existentes, e organizados de forma hierárquica garantindo assim um alto grau de reutilização semântica. Como resultados, produzimos uma biblioteca de componentes semânticos, formada pelo agrupamento de componentes semânticos capazes de representar conceitos de linguagens de expressões, imperativas, funcionais e orientada a objetos; e projetamos uma linguagem multiparadigma denominada EIFOO, formada pelo agrupamento dos componentes semânticos especificados em cada um dos paradigmas abordados neste trabalho
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/2510
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Ciência da Computação

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo4739_1.pdf533,81 kBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.