Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/2404
Title: Investigação de um modelo de avaliação da acessibilidade de portais na web
Authors: Denilson de Oliveira Feliciano, Fábio
Keywords: Acessibilidade Web; Deficiente Físico; Desenvolvimento Web; Padronização
Issue Date: 31-Jan-2010
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Denilson de Oliveira Feliciano, Fábio; Costa de Barros Carvalho Filho, Edson. Investigação de um modelo de avaliação da acessibilidade de portais na web. 2010. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2010.
Abstract: A internet tornou-se um importante meio de comunicação. Seu crescimento não para. Segundo o IBGE, 20,9% da população brasileira acessavam a Internet no ano de 2005. Em 2008 essa taxa subiu para 34,8%, um aumento de 13,9% no acesso à Internet em apenas 4 anos (IBGE,2010). Outros dados do IBGE demonstram que cerca de 24,6 milhões de pessoas possuem algum tipo de deficiência física. Esse número equivale a 14,5% da população brasileira (IBGE, 2010). Transformando de percentual para valores numéricos, pode-se afirmar que cerca de 8.560.800 de pessoas, que acessam a Internet, possuem algum tipo de deficiência física. No entanto, pouco foi feito para se construir portais acessíveis a pessoas com deficiência, seja temporária ou permanente. Os documentos de padronização existentes (WCGA [W3C,2008] e E-MAG[Governo Eletrônico,2007]) nem sempre são claros para o entendimento de desenvolvedores, sobretudo os menos experientes. A proposta deste trabalho é a apresentação da tabela de verificação. Uma metodologia simples para mensurar o nível de acessibilidade que a home page apresenta em relação a pessoas deficientes físicas. A tabela de verificação tanto pode auxiliar no momento de planejamento e construção do sítio como pode ser utilizada para verificar o quanto uma home page, já construída, está acessível. Como conclusão essa ferramenta foi utilizada nos portais brasileiros divididos em quatro categorias: educacional, comercial, governamental e financeiro. Dessa forma, é apresentado o nível de acessibilidade dos portais brasileiros em relação à tabela de verificação. Verificando a necessidade desse trabalho, como outros resultados, nas questões de acessibilidade. Considerando que 75% dos sítios investigados estão abaixo do limite mínimo de acessibilidade desejada
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/2404
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Ciência da Computação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo3232_1.pdf1.78 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.