Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/24034
Título: Associação do Programa Mais Médicos com a Estratégia de Saúde da Família e as internações de condições sensíveis a Atenção Primária
Autor(es): FERREIRA, Joseane da Silva
Palavras-chave: Saúde Pública; Atenção Primária; Estratégia Saúde da Família
Data do documento: 20-Mar-2018
Citação: FERREIRA, J. S.
Resumo: O presente estudo teve como objetivo analisar a associação entre o Programa Mais Médicos (PMM), equipe Estratégia Saúde da Família (ESF) e as internações por condições sensíveis à Atenção Primária (ICSAP) no estado de Pernambuco. Tratase de um estudo quantitativo, ecológico misto e descritivo, tendo como recorte analítico a área de abrangência o estado de Pernambuco, realizado no período de 2007 a 2016, fontes de bases de dados secundárias utilizadas foram: Sistema de Informação Hospitalar, base do IBGE e Cadastro Nacional de Estabelecimento de Saúde (CNES), utilizando as variáveis causa básica de internação por doenças e agravos sensíveis a atenção primária, estimativas e censo populacionais e número de equipes de estratégias de saúde da família e médicos do Programa Mais Médico (PMM). Em Pernambuco os anos de 2007 e 2016, o percentual de município que possuíam cobertura 100%, passaram de 65% para 91.4% respectivamente, com aumento de 6% nos últimos anos, a partir da implantação do PMM. Os resultados apontam um decréscimo significantes homogêneo no coeficiente do das ICSAP para os anos pós implantação do PMM. De uma forma geral, comparando antes e depois da implantação do PMM, é sugestivo que houve impacto nos serviços de saúde, assim como melhoria nos indicadores de morbimortalidade (ICSAP) no Estado de Pernambuco. Conclui-se que expansão da ESF estar relacionado ao PMM, e que, esse programa é essencial para continuar oferecendo a população assistência integral a saúde, principalmente as de áreas mais vulneráveis, assim, como ações de promoção, prevenção, reabilitação da saúde, como está estabelecido a Constituição Federal e nos princípios do Sistema Único de Saúde.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/24034
Aparece na(s) coleção(ções):TCC - Saúde Coletiva

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
FERREIRA, J. S..pdf1,28 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons