Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/19013
Título: “Mundo Guei” : produção caleidoscópica de homossexualidades em um dispositivo jornalístico
Autor(es): RODRIGUES, Aida Carneiro Barbosa
Palavras-chave: homossexualidade;homoerotismo;dispositivo de sexualidade;homosexuality;homoeroticism;sexuality apparatus
Data do documento: 26-Fev-2016
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: Este estudo tem como objeto de investigação a produção de homossexualidades no jornal vespertino Diário da Noite (DN), em especial nos textos publicados na “Mundo Guei” (assim grafado), uma coluna veiculada durante o período de outubro de 1979 a abril de 1980. Para tanto, inicialmente, foi produzida uma narrativa ficcional dos encontros que tornaram possível a construção de um campo-tema. Este exercício resultou no desenho de estratégias metodológicas para seleção, registro, digitalização e impressão de matérias que abordam aspectos relativos à homossexualidade naquele periódico, compondo uma caixa de memórias, tratadas de forma reflexiva e implicada, porque posicionada. Foram identificadas, no total, 119 matérias, sendo as 33 publicadas na “Mundo Guei” o foco de análises. As demais 86 matérias, distribuídas em outras seções, foram incluídas como elementos enriquecedores para as análises. Do ponto de vista teórico, a partir do resgate do termo “homoerotismo”, assumimos uma perspectiva crítica à naturalização dos fenômenos “sexo”, “sexualidade” e “homossexualidade”, tomando-os como construções históricas situadas e partes de tecidos que configuram um dispositivo histórico. Em termos de análises, na trama do dispositivo de sexualidade, interrogamos as produções jornalísticas em dois níveis: (1) como as máquinas de fazer e falar, definido em função do que é visível e enunciável, operam na produção da identidade guei?; e (2) quais linhas de força tornam necessária sua produção? Para alimentar as leituras, colocamos em perspectiva as controvérsias e dissidências sexuais, os possíveis agenciamentos, as linhas de fuga que se movem em vários sentidos e escapam às normalizações.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/19013
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Psicologia

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO-FINAL-DEPÓSITO.pdf12,31 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons