Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18278
Título: Caracterização de feições vulcânicas presentes na sucessão sedimentar do platô de Pernambuco a partir de dados de sísmica de reflexão
Autor(es): BUARQUE, Bruno Varela
Palavras-chave: Estruturas vulcânicas, buildups carbonáticos, estratigrafia sísmica, Bacia de Pernambuco.; Volcanic structures, carbonate buildups, seismic stratigraphy, Pernambuco Basin.
Data do documento: 22-Ago-2016
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: A Bacia de Pernambuco representa uma das mais proeminentes fronteiras de exploração petrolífera da margem brasileira. O presente estudo trata da caracterização dos principais tipos de estruturas vulcânicas, assim como também da ocorrência de buildups carbonáticos que ocorrem na região offshore desta bacia. O estudo foi baseado na análise de 145 seções sísmicas 2D, migradas em tempo, que cobrem praticamente todo o Platô de Pernambuco. A metodologia utilizada se baseou na interpretação das principais sequências tectono-estratigráficas, na identificação e descrição dos corpos vulcânicos e das estruturas carbonáticas. Quanto às estruturas vulcânicas, os resultados permitiram a identificação de vulcões, soleiras, vents e sequências vulcanoclásticas, localizadas principalmente em associação com altos externos do platô. A interpretação das principais sequências estratigráficas sugere idade cretácea superior e cenozóica para os corpos vulcânicos encontrado neste trabalho. Isto permite propor que o evento magmático, cuja idade na região onshore é albiana, teria uma abrangência temporal maior na região distal da bacia. A dos buildups carbonáticos, permitiu classificar as estruturas encontradas em três tipos pricipais: recifes de margem de plataforma, patch reefs e plataformas carbonáticas isoladas. Essas estruturas estão inseridas em duas principais sequências deposicionais, no intervalo de estratos do pósrifte da bacia: Santoniano-Maastrichtiano e Paleoceno-Mioceno Médio. Os resultados obtidos permitiram uma importante contribuição ao conhecimento do arcabouço estratigráfico da Bacia de Pernambuco, bem como de sua evolução como parte do Rifte do Atlântico Sul. Além disso, os dados aqui apresentados permitirão uma melhor compreensão sobre os efeitos e produtos do magmatismo para o sistema petrolífero da bacia. Da mesma forma, a descrição das estruturas carbonáticas é importante porque a exemplo do que ocorre em outras bacias marginais brasileiras, a confirmação da ocorrência destas estruturas permitirá que estas possam ser investigadas como possíveis plays petrolíferos.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18278
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Geociências

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Varela 2016.pdf15,59 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons