Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1806
Título: Um estudo sobre as relações entre preferências por atividades técnicas e perfis de comportamento de engenheiros de software
Autor(es): Cristina Freitas César, Ana
Palavras-chave: Gestão de Pessoas;Desenvolvimento de Software;Atividades Técnicas;Perfis de Comportamento
Data do documento: 31-Jan-2009
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Cristina Freitas César, Ana; Queda Bueno da Silva, Fábio. Um estudo sobre as relações entre preferências por atividades técnicas e perfis de comportamento de engenheiros de software. 2009. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009.
Resumo: Nos últimos anos, diversas pesquisas têm buscado aplicar teorias da psicologia à engenharia de software com o objetivo de obter teorias, técnicas e ferramentas específicas para projetos de software, em dois aspectos complementares: na alocação de pessoas a papéis funcionais (técnicos e gerenciais) do desenvolvimento de software; e na composição e gerenciamento das equipes de desenvolvimento. Dessa forma vários trabalhos começaram a ser desenvolvidos com o intuito de compreender os fatores de caráter pessoal e social. Onde de um lado podemos ter trabalhos como foco no indivíduo e do outro lado os que colocam o indivíduo no contexto do trabalho em equipe. Certamente as duas vertentes são importantes e complementares, uma vez que cada indivíduo isoladamente contribui para o trabalho em equipe e a equipe, por sua vez, cria um contexto social e organizacional que pode moldar ou ajustar o comportamento individual. Esta pesquisa tem como objetivo estudar as relações entre a preferência individual por atividades técnicas e gerenciais do desenvolvimento de software (foco no indivíduo) e os perfis de comportamento individual no trabalho em equipe (foco no trabalho em equipe). Para alcançar este objetivo foi realizada uma pesquisa de campo (survey), de natureza quantitativa, cuja unidade experimental foi o engenheiro de software, estudante de cursos de graduação em engenharia de software. O universo da pesquisa é formado 341 estudantes do Centro de Informática da UFPE e foram coletados dados de uma amostra de 100 estudantes (29% do universo) entre os meses de setembro de 2008 e março de 2009. Os dados receberam tratamento estatístico através do cálculo da correlação de Spearman entre as preferências por atividades técnicas e o perfil de comportamento dos indivíduos entrevistados. Os resultados deste trabalho podem ser utilizados para auxiliar na alocação de pessoas aos papéis funcionais em uma equipe de desenvolvimento de software levando em consideração suas características comportamentais e pessoais
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1806
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Ciência da Computação

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
acfc.pdf808,36 kBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.