Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17546
Title: Arte, História e Narrativa: A Trajetória do Poeta JoséCosta Leite
Authors: CABRAL, Geovanni Gomes
Keywords: Arte;Folheto;Poeta;Práticas de escrita;Trajetória;Arte;Folleto;Poeta;Prácticas de escritura;Trayectoria
Issue Date: 26-Feb-2016
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Abstract: Esta tese tem o objetivo de analisar a trajetória de José Costa Leite, poeta paraibano radicado na cidade de Condado-PE, enfocando suas práticas de escrita, criação artística, editoração e publicação. Por meio de sua vasta produção de folhetos, podemos compreender diversos fragmentos de sua trajetória, que permitem, por sua vez, verificar como este autor transitou em diferentes espaços de comércio e relações sociais. Dentre esses, a feira livre desponta como o centro irradiador, local preferido do poeta para vender seus folhetos, romances e almanaques populares. Tais negociações eram estabelecidas por meio de folheteiros, encomendas de matrizes xilográficas e solicitações que chegavam pelos Correios, partindo de diferentes cidades do Brasil. Para tanto, mobilizamos um corpus documental constituído pela autobiografia, folhetos de cordel, xilogravuras, matrizes, almanaques sertanejos, cartas recebidas, textos manuscritos e relatos de memórias obtidos nas entrevistas realizadas em sua residência, utilizando a técnica da história oral. Esse aparato documental selecionado possibilitou dividir a pesquisa em quatro capítulos, que se interligam, apresentando um poeta dinâmico, múltiplo e profissional diante de suas práticas culturais. No primeiro capítulo, A escrita do poeta: fragmentos de uma trajetória, destacam-se aspectos biográficos do poeta tomando a autobiografia e as entrevistas como eixos condutores na explicação de sua produção. No segundo capítulo, Elaborar, publicar e distribuir, apresentam-se, como análise, as estratégias de escrita, elaboração e comercialização realizadas por Costa Leite em seus folhetos de cordel. No terceiro capítulo, Da madeira para o papel, investiga-se a produção, circulação e comercialização de matrizes e xilogravuras em diferentes suportes registrados nos anos 1970. Por último, no quarto capítulo, Almanaque: leituras do Calendário Nordestino, privilegiam-se os almanaques elaborados por este poeta, verificando as técnicas de escrita e composição gráfica. O percurso analítico, portanto, permitiu entender que existem diferentes práticas de leituras e apropriações à medida que esses livros e xilogravuras inserem-se em diferentes espaços e contextos sociais. A pesquisa indicou, ainda, que Costa Leite não é apenas o autor de folhetos, mas um profissional que vive de sua arte e trabalho inserido em rede de comercialização e socialização.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17546
Appears in Collections:Teses de Doutorado - História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese Geovanni Cabral.pdf10.26 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons