Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17364
Título: A Autoavaliação no Âmbito da Educação Superior: O Caso da Universidade Federal de Pernambuco
Autor(es): FERREIRA, Wilma dos Santos
Palavras-chave: Autoavaliação Institucional; Avaliação Institucional; Comissão Própria de Avaliação; Universidade Federal de Pernambuco; Autoevaluación institucional; Evaluación Institucional; Comisión Propia de Evaluación; Universidad Federal de Pernambuco
Data do documento: 29-Out-2015
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: Esta dissertação insere-se nos estudos desenvolvidos no Programa de Pós-Graduação em Educação da UFPE. Seu objetivo é analisar o processo de autoavaliação institucional no âmbito da Universidade Federal de Pernambuco – UFPE, no que concerne à atuação da Comissão Própria de Avaliação – CPA junto aos gestores dos cursos de graduação. Os objetivos específicos são: Caracterizar a experiência de avaliação institucional da UFPE; Conhecer a experiência de autoavaliação institucional na UFPE; Compreender a relação entre a atuação da CPA e o exercício da autoavaliação no âmbito dos cursos de graduação na UFPE. Para responder a tais objetivos, optou-se pela abordagem qualitativa. Para tanto, a investigação baseou-se em dados documentais sobre a autoavaliação institucional da UFPE, assim como entrevistas semiestruturadas direcionadas aos gestores. O campo empírico para coleta dos dados foi constituído pela CPA; Pró-Reitoria para Assuntos Acadêmicos (Proacad); Pró-Reitoria de Planejamento, Orçamento e Finanças (Proplan); e Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFCH). As principais referências teóricas que subsidiaram o estudo foram dividas em três capítulos que trataram: Estado avaliador e gestão de política educacional no Brasil; Avaliação educacional: concepções e dimensões; e Reconfiguração da política de avaliação para a Educação Superior no Brasil. Os capítulos empíricos foram divididos em duas grandes seções: A experiência de autoavaliação institucional na UFPE; Atuação da CPA na UFPE: uma leitura sobre seu papel no âmbito da autoavaliação desenvolvida pelos cursos de graduação. Com base na Análise de Conteúdo (BARDIN, 2011), desenvolvemos o que se considera triangulação "categorização, inferência e interpretação" como processo analítico dos dados obtidos. Os resultados indicam que a CPA da UFPE não atua de acordo com as orientações do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes) e Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (Conaes), consequentemente não contribui para a autoavaliação dos cursos de graduação. Por outro lado, o protagonismo da autoavaliação institucional na universidade pertence a Proacad e Proplan, comprometendo a autonomia da CPA junto aos gestores e dificultando a consolidação da cultura de avaliação na instituição. Espera-se que este estudo possa contribuir com a reflexão sobre a autoavaliação institucional na UFPE, levando em consideração às exigências da avaliação da Educação Superior, as quais subsidiam novas ações para o campo educacional, especialmente para o processo de avaliação da Educação Superior, entre elas, proposição de um projeto de autoavaliação institucional que priorize a qualidades dos cursos e a prática inovadora dos gestores. Quanto à relevância desta pesquisa, podemos destacar a importância científica e social dos resultados que foram obtidos, por conseguinte, esperamos que os mesmos possam contribuir para o reconhecimento da imprescindibilidade do processo de autoavaliação como mecanismo de melhoria da qualidade dos cursos da UFPE.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17364
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Educação

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação de Mestrado - Wilma Ferreira.pdf6,71 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons