Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/16190
Title: Desenvolvimento e caracterização de filmes poliméricos baseados em agarose com a incorporação de ciprofloxacina para utilização como novo substituto temporário de pele
Authors: SANTANA, Gilvania Marinete de
Keywords: Engenharia Biomédica; Agarose; Ciprofloxacina; Filmes poliméricos; Substitutos cutâneos
Issue Date: 20-Feb-2015
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Abstract: A pele é o maior órgão do corpo humano possuindo diversas funções importantes. No caso de alguma lesão cutânea o seu tratamento precisa ser rápido e eficaz, com o propósito de se restaurar a viabilidade celular e evitar possíveis infecções. Dentre as lesões existentes, as queimaduras são as principais causas de danos à pele. Nos últimos anos, tem se desenvolvido pesquisas com o intuito de melhorar o tratamento e a qualidade de vida dos pacientes com esses tipos de lesões cutâneas. Neste contexto, os substitutos temporários de pele surgem como uma nova tecnologia para o tratamento de queimaduras, que são dispositivos utilizados com a finalidade de auxiliar na regeneração cutânea, prevenindo a perda de líquidos e eletrólitos, e o aparecimento de infecções. Esse trabalho teve por objetivo a elaboração de filmes poliméricos com a incorporação de um antibiótico hidrofílico, a Ciprofloxacina, para possível utilização como substituto temporário de pele, visando dessa forma contribuir com o arsenal terapêutico existente. Foram preparados filmes de agarose com e sem a Ciprofloxacina, por meio do sistema de casting, utilizando-se água como solvente e glicerol como agente plastificante. A partir dessa formulação, realizaram-se ensaios para a avaliação das propriedades morfológicas e mecânicas desses filmes, e para avaliar o comportamento dos filmes poliméricos em contato com a água. Os filmes foram caracterizados por espectrometria no Ultravioleta/Visível (UV/Vis), espectroscopia no Infravermelho com Transformada de Fourier (FT-IR), espectroscopia Raman, Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV) e Difração de Raios-X (DRX). Adicionalmente foi avaliada a cinética de liberação da Ciprofloxacina para o meio externo. Além disso, realizaram-se ensaios para a avaliação da atividade antimicrobiana dos filmes de agarose sem e com a incorporação de Ciprofloxacina frente a micro-organismos gram-positivos e gram-negativos. Os ensaios morfológicos demonstraram que os filmes são aderentes e transparentes, apresentando espessura entre 40 e 57 μm. A incorporação da Ciprofloxacina não alterou as propriedades de interação com a água, apesar de deixá-los mecanicamente mais resistentes, apresentando uma tensão de ruptura de 17,32 MPa nos filmes sem antibiótico e 32,99 MPa para os filmes contendo Ciprofloxacina. As análises espectroscópicas constataram uma incorporação uniforme do antibiótico aos filmes, e que os filmes apresentam uma estrutura amorfa e sem rachaduras. Nos ensaios de liberação, observou-se que uma grande quantidade de Ciprofloxacina é liberada durante as primeiras 24 horas, permanecendo estável por 96 horas. Nos ensaios antimicrobianos, os resultados indicaram que a inibição frente aos micro-organismos Staphylococcus aureus e Pseudomonas aeruginosa foi de aproximadamente 100%. Diante disso, é possível concluir que os filmes produzidos nessa pesquisa apresentaram características adequadas para uma possível utilização como substituto temporário de pele, tais como: espessura, transparência, homogeneidade, interação com a água e atividade antimicrobiana.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/16190
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Engenharia Biomédica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação da mestranda Gilvânia Marinete de Santana - PB.pdf1.96 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons