Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/12845
Título: A Educação, a Literatura e o percurso de um espaço extraterritorial de possibilidades formativas
Autor(es): SANTOS, Helen Regina Freire dos
Palavras-chave: Educação; Formação humana; Literatura; Leitor literário
Data do documento: 31-Jan-2014
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: Esta pesquisa buscou compreender o papel da literatura no percurso formativo do indivíduo, partindo da visão de professores, das áreas de Pedagogia e de Letras, e de escritores, e procurando observar condições pedagógicas existentes que favoreçam à literatura na promoção desse seu papel. Para tanto foram instituídas as categorias analíticas educação;, formação humana, leitura literária e literatura, todas levantadas e constituídas no percurso de análise das falas e compreendidas a partir da hermenêutica dialética trazida por Minayo (1992; 2013). Para atingir os objetivos propostos e as características apresentadas pelo objeto, seguimos o encaminhamento metodológico da abordagem qualitativa, desde a elaboração do roteiro de entrevistas à efetivação das análises dos dados. Como procedimentos metodológicos, a pesquisa foi estruturada nas duas seguintes etapas. A primeira: a) ordenação dos dados, onde os sujeitos foram alocados em três grupos (professores pedagogia; professores letras; escritores); b) as questões em três blocos (bloco-1 pessoal, ou o perfil dos sujeitos; bloco-2: Literatura; e o bloco- 3: Literatura e formação), cuja denominação dos blocos compôs as categorias empíricas. A classificação dos dados, num segundo momento foi mais complexa e composta por leitura horizontal (ou leitura flutuante) seguida da leitura transversal fazendo emergir as categorias analíticas, e favorecendo a posterior análise e problematização dos dados. A análise das entrevistas revelou que a literatura apresenta algum potencial formativo favorecedor da subjetividade, inclusive apresentando indícios teóricos e práticos especificamente no que diz respeito à elaboração de significados objetivos e também subjetivos, que envolvem as experiências vivenciadas mediante o desenvolvimento de sensibilidades, portanto, a literatura colabora com a educação e com a formação humana. Porém, é um papel que pode ou não ser retaliado em uma sequência de problemas, como a falta de ações que proponham educação literária, o despreparo docente e, ainda que de modo relativo, a falta de exemplos de leitores na família. E ainda pontuo que, mesmo diante desta afirmativa, a literatura não pode ser compreendida num papel de salvadora da educação, do indivíduo ou da sociedade, ela apenas pode oferecer caminhos para favorecê-los.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/12845
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Educação

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO Helen Regina Freire dos Santos.pdfDissertação de Mestrado1,89 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons