Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1267
Title: Gestão de projetos na perspectiva do pensamento sistêmico e da teoria de ação
Authors: Gonçalves de Carvalho, Guilherme
Keywords: Gestão de Projetos;Aprendizagem Organizacional;Pensamento Sistêmico;Arquétipos Sistêmicos;Teoria da Ação;Pesquisa de Prática
Issue Date: 31-Jan-2010
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Gonçalves de Carvalho, Guilherme; Perrelli de Moura, Hermano. Gestão de projetos na perspectiva do pensamento sistêmico e da teoria de ação. 2010. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2010.
Abstract: Atualmente, várias organizações têm o propósito crescente de estudar, conhecer, difundir, capacitar, implementar e expandir o conhecimento, as metodologias, as práticas e as ferramentas empregadas na área de gestão de projetos. Assim, considera-se cada vez mais relevante a capacidade do gerente de compreender o funcionamento do projeto como um todo, ou seja, ser capaz de enxergar o projeto como um sistema composto por elementos interrelacionados dinamicamente e, simultaneamente, como um subsistema que faz parte de sistemas ainda mais complexos. A partir desta perspectiva, percebe-se que não é possível realizar uma ação única e isolada sem considerar os efeitos desta no sistema como um todo. Neste sentido, esta dissertação se propõe a apresentar um arcabouço teórico-prático compreendendo a complexidade em torno do ambiente de projetos e classificando os fenômenos em arquétipos, ou estruturas dinâmicas de causalidade. Para tal, foi construída e aplicada uma metodologia para mapeamento crítico de variáveis sistêmicas e seus respectivos relacionamentos dinâmicos em realidades complexas, a partir de uma pesquisa de campo com gerentes de projetos, de forma a comparar o que estes disseram com as regras gramaticais dos arquétipos sistêmicos. Na verdade, essa perspectiva sistêmica estimula a enxergar além dos erros individuais para realmente entender os problemas estruturais mais importantes. Com isso, foram identificados padrões de comportamento direta e indiretamente explicitados pelos gerentes de projeto, sendo estes descritos e apresentados na forma de arquétipos sistêmicos, o que favoreceu a proposição de um conjunto de boas práticas para a gestão sistêmica de projetos, ou seja, de práticas que favorecem a incorporação do pensamento sistêmico e da aprendizagem organizacional no dia a dia do gerente de projetos
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1267
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Ciência da Computação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo1175_1.pdf2.34 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.