Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/11923
Title: Obtenção por irradiação de micro-ondas, caracterização e avaliação esquistossomicida e antimicrobiana de novas tiossemicarbazonas derivadas de 1,2-naftoquinonas
Authors: BARBOSA, Vanessa Xavier
Keywords: Esquistossomose;Schistosoma mansoni;Naftoquinonas;Tiossemicarbazidas;Síntese;Micro-ondas
Issue Date: 31-Oct-2014
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Abstract: A esquistossomose é uma parasitose causada por trematódeos do gênero Schistosoma que atinge mais de 240 milhões de pessoas no mundo, principalmente em áreas tropicais e pobres. O Praziquantel representa, na atualidade, a única alternativa de tratamento. Embora ele seja seguro e eficaz, a elevada prevalência dessa parasitose vem sendo mantida há décadas devido, principalmente, a migração da população em áreas endêmicas e ao aparecimento de resistência aos fármacos anteriormente utilizados. Diante deste contexto, o propósito deste trabalho foi sintetizar uma nova série de derivados da β-lapachona através da inserção de uma porção tiossemicarbazona no núcleo quinonóidico da naftoquinona. Foram sintetizados 8 compostos, sendo 7 inéditos, com diferentes tiossemicarbazonas (3a-3h) através de metodologias simples e com bons rendimentos, utilizando o método de aquecimento convencional e por irradiação de micro-ondas. A maioria dos derivados foi obtida de forma mais rápida, simples e efetiva através das reações em micro-ondas, obtendo melhores rendimentos em um tempo reacional menor quando comparada ao convencional. As estruturas moleculares foram confirmadas por massa de alta resolução, ressonância magnética nuclear (1H e 13C) e espectrometria de infravermelho. A atividade esquistossomicida in vitro da β-lapachona e dos oito derivados (3a-3h) foi avaliada frente a vermes adultos de Schistosoma mansoni. Dos nove compostos testados a β-lapachona e o derivado 3a (Z)-2-(2,2-dimetil-5-oxo-3,4-diidro-2H-benzo[h]cromen-6(5H)-ilideno)hidrazina-carbotioamida) apresentaram atividade esquistossomicida com letalidade de 100% (100 μM) e 83% (100 μM), respectivamente, durante o período de observação. No entanto, a atividade esquistossomicida do derivado 3a foi observada já na menor concentração avaliada (12,5 μM), registrando 17% de vermes mortos ao final do experimento. Os demais derivados exibiram efeito na motilidade e no desacasalamento dos vermes, destacando-se os derivados 3c e 3e. A atividade antibacteriana da β-lapachona e dos derivados foi realizada frente ao Staphylococcus aureus resistentes à meticilina (SARM). A β-lapachona apresentou o melhor resultado com Concentração Inibitória Mínima (CIM) igual a 64 μg/mL e os demais derivados apresentaram CIM ≥ 128 μg/mL. Todos os compostos quando comparados à literatura exibiram CIM inferiores a antibióticos comerciais, como a ampicilina (CIM ≥ 512μg/mL) e a cefoxitina (CIM ≥ 256 μg/mL). Dentre todos os compostos, a β-lapachona e o derivado 3a foram os mais eficazes em inviabilizar vermes adultos de Schistosoma mansoni.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/11923
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Ciências Farmacêuticas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO Vanessa Xavier Barbosa.pdf13.11 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons