Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1091
Title: Estudo das populações de Anofelinos em ambientes com diferentes graus de antropização no município do Cantá - Roraima
Authors: Christine de Souza Gomes, Elainne
Keywords: Atividade hematofágica;Atividade antrópica;Anopheles
Issue Date: 2005
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Christine de Souza Gomes, Elainne; Maria Ribeiro de Albuquerque, Cleide. Estudo das populações de Anofelinos em ambientes com diferentes graus de antropização no município do Cantá - Roraima. 2005. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2005.
Abstract: Embora a malária seja uma doença endêmica no Estado de Roraima, o registro das espécies de anofelinos que ocorrem na região ainda é escasso. Nesse estudo investigou-se a ocorrência, abundância e distribuição das espécies do gênero Anopheles, seus principais criadouros, a influência das estações seca e chuvosa sobre as populações desses mosquitos, bem como, a freqüência horária da sua atividade hematofágica. Duas áreas com diferentes graus de impactação antrópica foram escolhidas no município de Cantá. Cinco pontos fisionomicamente distintos, compreendendo: peridomicílio, intermediário, extradomicílio, borda de mata primária e curral, foram selecionados como locais de coleta nas áreas A e B. Os mosquitos foram capturados durante coletas de 4 horas (18-22h) e 12 horas (18-06h) por três e dois dias respectivamente, nos meses de fevereiro, maio, agosto e novembro de 2004. Um total de 3.279 espécimes foram capturadas, compreendendo 11 espécies de anofelinos: A. albitarsis (41,8%); A. darlingi (24,8%); A. triannulatus (17,6%); A. nuneztovari (11,8%); A. oswaldoi (1,5%); A. evansae (1,4%); A. argyritarsis, A. braziliensis, A. intermedius, A. mediopunctatus e A. peryassui representaram menos de 1% da amostra. A. albitarsis (55,5%) e A. darlingi (22,7%) predominaram na área mais antropizada (área A), enquanto A. triannulatus (34,6%) foi mais abundante na área mais preservada (área B). A maior densidade ocorreu em maio (período chuvoso), enquanto as menores, apresentaram-se em fevereiro e novembro (período de estiagem). Nos 21 criadouros encontrados, registrou-se nove espécies de anofelinos, duas das quais, A. minor e A. strodei, não foram capturadas como adultos. A atividade hematofágica dos anofelinos, durante as coletas de 12h, iniciou-se no primeiro horário de coleta (18-19h) nas duas localidades, sendo esse o horário de pico na área B. Na área A o pico ocorreu das 19-20h. A única espécie que manteve atividade durante toda a noite foi A. darlingi, com pico das 21-22 horas. Esses resultados mostraram uma grande diversidade de anofelinos na área estudada cuja abundância pode ser influenciada por ações antrópicas no ambiente e variações climáticas. Indicam também que A. albitarsis e A. darlingi apresentam maior atividade hematofágica no peridomicílio, favorecendo a transmissão do parasito da malária na região
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1091
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Biologia Animal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo9398_1.pdf706.62 kBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.