Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/10798
Título: Um estudo experimental sobre o comportamento de agentes em jogos estratégicos 2x2
Autor(es): Peixoto, Joana Karolyni Cabral
Palavras-chave: Teoria dos jogos; Equilíbrio de Nash; Estratégia; Colaborativamente dominante; Experimento
Data do documento: 27-Fev-2012
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: PEIXOTO, Joana Karolyni Cabral. Um estudo experimental sobre o comportamento de agentes em jogos estratégicos 2X2. Recife, 2012. 59 f. : Dissertação (mestrado) - UFPE, Centro de Tecnologia e Geociências, Programa de Pós-graduação em Engenharia de Produção, 2012.
Resumo: Nesta dissertação testamos experimentalmente o comportamento de agentes em jogos estratégicos 2X2, onde havia um par de estratégias colaborativamente dominantes, que era estável apenas para um dos agentes. Os jogos escolhidos possuíam um único equilíbrio de Nash misto e nenhum equilíbrio em estratégias puras. Nosso objetivo foi verificar se os jogadores se comportariam conforme a teoria do equilíbrio de Nash misto. Este conceito de solução, por ser bastante utilizado para a determinação de soluções de problemas que podem ser modelados através da teoria dos jogos, é alvo de diversas análises sobre se seus resultados são condizentes com o observado na prática. O experimento foi realizado com estudantes universitários através da aplicação de questionários que perguntavam como eles se comportariam diante de três jogos. Com uma análise estatística das respostas dada aos questionários, concluímos que os jogadores não se comportam conforme a probabilidade prescrita pelo equilíbrio de Nash misto e que os indivíduos adotam a estratégia colaborativa com uma frequência maior do que a prevista pelo equilíbrio. Além disso, quanto à crença dos jogadores sobre a ação dos seus adversários, chegamos à conclusão de que os jogadores superestimaram a frequência média de colaboração de seu adversário. Verificamos também que a decisão sobre quanto os indivíduos estão dispostos a abrir mão, para obter algum ganho, não é consistente com o valor esperado do jogo calculado de acordo com o equilíbrio misto de Nash.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/10798
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Engenharia de Produção

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
jkcp.pdf985,52 kBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons