Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/10273
Título: Efeito sinérgico entre a β-lapachona e agentes antimicrobianos frente a cepas de Staphylococcus aureus multirresistentes
Autor(es): MACEDO, Luciana da Silva
Palavras-chave: β-lapachona; Naftoquinonas; Staphylococcus aureus multidrogas resistentes; Tabuleiro de xadrez; Índice de Concentração Inibitória Fracionada; FICI
Data do documento: 31-Jan-2012
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: Este estudo teve como objetivo avaliar a atividade antimicrobiana do lapachol, α-lapachona, β-lapachona e de cinco agentes antimicrobianos (ampicilina, amoxicilina/ácido clavulânico, cefoxitina, ciprofloxacina e meropenem), frente a 12 cepas de Staphylococcus aureus, cujo fenótipo de resistência fora previamente determinado pelo método de difusão em meio sólido. Cinco cepas de S. aureus (LFBM 16, LFBM 26, LFBM 28, LFBM 31, LFBM 33) apresentaram resistência a todos os agentes antimicrobianos testados e foram selecionados para a segunda etapa do trabalho: avaliação da interação entre β-lapachona e agentes antimicrobianos, que foi realizado pelo método do tabuleiro de xadrez (checkerboard). Os critérios utilizados para esta avaliação, foram definidos pelos valores do Índice de Concentração Inibitória Fracionada (FICI). Entre as naftoquinonas avaliadas, a β-lapachona foi a mais eficaz. A combinação de β-lapachona com os agentes antimicrobianos resultou em uma redução ≥ 5 vezes o valor da CIM destes últimos. Os valores do Índice de Concentração Inibitória Fracionada (FICI) para as associações variaram de 0,07 a 0,5 sugerindo uma atividade sinérgica. A cinética bactericida da associação de β-lapachona e meropenem foi avaliada frente as cepas LFBM 01 e LFBM 26 de S. aureus multirresistentes. As drogas foram testadas sozinhas e em combinações de ½ e ¼ MIC para a β-lapachona e para o meropenem respectivamente. A associação dos antimicrobianos foi capaz de reduzir o crescimento das cepas de S. aureus LFBM 01 e LFBM 26 em 3,5 log10 UFC/mL após 12h; e esterilizou estas culturas em 24h. Este estudo demonstrou que a β-lapachona combinada com antimicrobianos beta lactâmicos, fluoroquinolonas e carbapenêmicos, agem sinergicamente, inibindo cepas de S. aureus multiresistentes.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/10273
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Ciências Farmacêuticas

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação versão final para entrega maio.docx1,55 MBMicrosoft Word XMLVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons