Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/10268
Title: A produção discursiva da identidade social no contexto de uma torcida jovem organizada
Authors: SANTOS, Vanessa Conceição Alves dos
Keywords: Torcidas organizadas;Identidade social;Psicologia Social Discursiva
Issue Date: 31-Jan-2013
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Abstract: O esporte é, historicamente, um dos fenômenos socioculturais mais importantes e presentes na humanidade, mobilizando um grande número de pessoas devido a sua capacidade de evocar as mais diversas manifestações. Ao enfocar o futebol, modalidade desportiva mais popular do mundo, e no Brasil em particular, como o desporto detentor de grande fascínio para a sociedade, observa-se que o torcedor não se reconhece mais, apenas, como um mero espectador de uma partida de futebol. Notoriamente conhecidas como Torcidas Organizadas, estas associações têm se destacado nos últimos anos, como um fenômeno crescente em torno de organizações desportivas comumente avaliadas como responsáveis pela difusão de novas dimensões culturais e simbólicas no comportamento dos envolvidos. De acordo com a literatura, o compartilhamento de idéias de um determinado grupo contribui para o sentimento de pertença a esse grupo. A partir do instante que se identifica com os ideais do grupo, o jovem tende a expressar, em alguns casos de forma extrema, seus sentimentos de pertencimento em um grupo que o acolhe. É nessa perspectiva que comumente as torcidas organizadas têm sido associadas a atos de violência, em especial pela mídia impressa. Considerando que a formação de uma identidade grupal geralmente é materializada por sinais visíveis de afiliação, bem como o entendimento que os marcadores de pertencimento vão além de características externas, há de se considerar ainda o discurso empregado e disseminado por esses grupos. Nesse sentido, é que esse estudo buscou relativizar a violência como única forma de caracterização desses jovens torcedores e se propôs a investigar a produção discursiva da identidade social, no contexto de uma torcida jovem organizada da cidade do Recife - PE. A pesquisa caracterizou-se por uma análise descritivo-exploratória com abordagem qualitativa onde se adotou enquanto instrumento de geração de dados, a observação participante, análise documental, em especial dos cânticos e entrevistas individuais do tipo semiestruturada. Participaram do estudo, 15 (quinze) associados à Torcida Jovem do Sport. Na análise dos dados, utilizou-se o referencial teórico-metodológico da Análise do Discurso proposto pela Psicologia Social Discursiva. Dessa forma, através dos discursos construídos pelos jovens torcedores identificamos várias explicações para a entrada na torcida. Uma delas atribui o desejo de ingressar na torcida à performance da mesma, dentro do estádio. Outras narrativas acrescentam às anteriores a importância dos familiares nesse processo, em especial da figura masculina. Vale ressaltar, que o desejo de pertença e fidelidade clubística foram mencionados recorrentemente pelos participantes. Os resultados da pesquisa revelaram ainda, tendência a atribuir valorização negativa aos membros das outras torcidas, através do uso de termos pejorativos e desqualificadores. Percebeu-se, na análise dos cânticos, o uso de um repertório que destaca o poder, superioridade e a força da torcida em estudo, por meio de metáforas e imagens que remetem a guerras e batalhas e que, por conseguinte, provocam o acirramento da rivalidade entre os times locais. Por fim, destacou-se ao longo da pesquisa, a divulgação das ações sociais promovidas pela torcida, visando desqualificar a imagem de violência divulgada pela mídia.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/10268
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação Vanessa Santos.pdf781.17 kBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons