Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/10176
Título: Aplicação de Pontos Quânticos de CdTe e Conjugados a Concanavalina A e Antigalectina-3 em Protocolos de Marcação Histoquímica de Lesões da Mama
Autor(es): Tenório, Denise
Palavras-chave: Pontos Quânticos; CdTe; Marcadores Biológicos Fluorescentes; Candida albicans; Câncer de Mama
Data do documento: Jul-2012
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: TENÓRIO, Denise Patricia Lins de Azevedo. Aplicação de pontos quânticos de CdTe conjugados a concanavalina A e a antigalectina-3 em protocolos de marcação histoquímica de lesões da mama. Recife, 2012. 132f. Tese (doutorado) Universidade Federal de Pernambuco. Centro de Ciências Exatas e da Natureza. Ciência de Materiais, 2012..
Resumo: Pontos quânticos são nanocristais de semicondutores que apresentam diâmetro entre 1 – 10 nm. O confinamento quântico dos elétrons a espaços limitados faz com que as propriedades dos materiais nanoestruturados se tornem dependentes do tamanho do cristal, tornando as propriedades físicas e químicas apresentadas pelos nanocristais muito diferentes daquelas apresentadas por seus respectivos cristais macroscópicos, ou bulk; onde as propriedades ópticas recebem destaque particular. Neste trabalho, foram preparados pontos quânticos de CdTe conjugados a lectina concanavalina A, Con A, e ao anticorpo antigalectina-3, Antigal-3, objetivando sua ligação específica a tecidos de mama (normal, com fibroadenoma e com carcinoma ductal invasivo). Os pontos quânticos foram preparados com ácido 3-mercaptopropiônico, AMP, e ácido mercaptosuccínico, AMS, após 3 e 12 horas de aquecimento, respectivamente. A eficiência da conjugação foi superior a 180 % e as biomoléculas, conjugadas a CdTe, não apresentaram alteração estrutural. A lectina conjugada a CdTe/Con A não perdeu sua capacidade de ligação a carboidratos e foi utilizado com sucesso na marcação de Candida albicans (leveduras e biofilme). A marcação diferencial das lesões de mama, comparada ao tecido de mama normal, por CdTe-AMS/Con A e CdTe-AMS/Antigal-3, indicam a potencialidade destas nanoestruturas no estudo das alterações moleculares do câncer. No entanto, investigações adicionais são necessárias para sua classificação definitiva como ferramenta diagnóstica alternativa aos métodos convencionalmente utilizados.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/10176
Aparece na(s) coleção(ções):Teses de Doutorado - Ciências de Materiais

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese Completa Corrigida Versão digital2.pdf5,19 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons