Ser estrangeiro : a construção das múltiplas nas relações afetivo-conjugais interculturais helvético-brasileiras

Idiomas

Busca avançada

Mostrar registro simples

dc.contributor.advisor Parry Scott, Russell pt_BR
dc.contributor.author Eduarda Noura Céu Rodrigues Rittinier, Maria pt_BR
dc.date.accessioned 2014-06-12T15:06:36Z
dc.date.available 2014-06-12T15:06:36Z
dc.date.issued 2006 pt_BR
dc.identifier.citation Eduarda Noura Céu Rodrigues Rittinier, Maria; Parry Scott, Russell. Ser estrangeiro : a construção das múltiplas nas relações afetivo-conjugais interculturais helvético-brasileiras. 2006. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Antropologia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2006. pt_BR
dc.identifier.uri http://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/948
dc.description.abstract Alguns teóricos que estudam a modernidade assinalam que este é um momento histórico de profundas mudanças que afetam não só o espaço público, mas também o privado, ou seja, a família e o casamento. Uma dessas mudanças são os aumentos vertiginosos dos casamentos interculturais. Este trabalho enfoca os casamentos entre homens suíços e mulheres brasileiras que sofreram um aumento de 182% entre os anos de 1995 a 2003. Foram utilizados dados do Governo suíço sobre os casamentos entre suíços e estrangeiros, entrevistas com homens suíços e mulheres brasileiras sobre a vivência de seu casamento intercultural. Busco analisar essas mudanças e o modo como afetam a família, o casamento, e, mais precisamente, o homem suíço; aprofundar alguns desdobramentos da vida do homem suíço partindo da relação homem-mulher; analisar as relações afetivo-conjugais interculturais entre homens suíços, residindo ou não no Brasil, e mulheres brasileiras; compreender o que fundamenta sua escolha por uma relação estável com alguém de uma cultura diferente; e captar a percepção que os sujeitos envolvidos possuem no curso da dinâmica da estruturação desses mesmos relacionamentos. Este estudo exploratório desvenda um lado dos efeitos do Turismo Afetivo que, diferente do Turismo Sexual, se embasa na reinvenção dos laços matrimoniais por homens suíços que perseguem a descoberta de uma relação de convivência conjugal afetiva com mulheres brasileiras, pois acreditam não ser mais possível com as suas compatriotas. São casamentos entre indivíduos oriundos de camadas médias e nascidos num contexto internacional de relações sociais interculturais que realçam diferenças entre países no que Edward T. Hall chama de alto e de baixo contexto. Abre o campo para aprofundar via estudos complementares que podem incluir desde a busca masculina de uma totalidade harmoniosa e concreta até a identificação da práticas reforçadoras da dominação masculina pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal de Pernambuco pt_BR
dc.subject Família pt_BR
dc.subject Interculturalidade pt_BR
dc.subject Identidade pt_BR
dc.subject Migração pt_BR
dc.title Ser estrangeiro : a construção das múltiplas nas relações afetivo-conjugais interculturais helvético-brasileiras pt_BR
dc.type Dissertacao pt_BR


Arquivos deste item

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples


Compartilhe esta página