Museu como instituição guardiã e anfitriã : representações sociais de professoras das séries iniciais do Ensino Fundamental da rede municipal do Recife

Idiomas

Busca avançada

Mostrar registro simples

dc.contributor.advisor BATISTA NETO, José pt_BR
dc.contributor.author SILVA, Shirleide Pereira Da pt_BR
dc.date.accessioned 2014-06-12T17:22:28Z
dc.date.available 2014-06-12T17:22:28Z
dc.date.issued 2005 pt_BR
dc.identifier.citation Pereira Da Silva, Shirleide; Batista Neto, José. Museu como instituição guardiã e anfitriã : representações sociais de professoras das séries iniciais do Ensino Fundamental da rede municipal do Recife. 2005. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2005. pt_BR
dc.identifier.uri http://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/4718
dc.description.abstract O objeto da presente pesquisa diz respeito à relação estabelecida por professores(as) com a instituição museal a partir da análise das representações sociais que são construídas por professoras das séries iniciais do Ensino Fundamental da rede municipal do Recife. Baseou-se na abordagem teórico-metodológica das Representações Sociais, formulada por Serge Moscovici (1978) e seus colaboradores, dentre os quais Jodelet (2001) e Abric (1998). A metodologia adotada constituiu-se de um Teste de Associação Livre de Palavras (TALP) aplicado a 50 (cinqüenta) professoras. Desse universo, realizamos entrevistas semi-estruturadas com 13 (treze) professoras, paralelamente à aplicação de um questionário socioeconômico e cultural, do qual pudemos construir o perfil dessas profissionais. Os dados obtidos pelo TALP foram tratados pelo software Trideux e efetuada uma análise fatorial de correspondência (AFC). As entrevistas foram submetidas a uma análise temática seguindo as proposições de Bardin (1979). A análise das representações identificadas apontou o museu como uma instituição plural onde diversas perspectivas podem ser buscadas. Ele foi fortemente representado como lugar da história; bastante ligada a essa representação, está a dele como lugar da memória. O museu foi visto ainda como espaço educativo, no qual tem destaque a idéia que ele é um local relevante para o desenvolvimento da educação patrimonial. Uma outra representação formulada pelas professoras participantes da pesquisa concebe o museu pelos conteúdos socioculturais a serem apreendidos. A instituição museal é apresentada também como lugar da arte, lugar em que tal conhecimento e expressão humanos podem ser vistos de uma forma mais acessível para as professoras. A indicação dos campos de conhecimento que são suporte para a interpretação do museu apontou para a importância de se desenvolver um trabalho sistemático sobre as temáticas da história, da memória, do patrimônio e da arte, bem como da formulação da Educação patrimonial na formação de docentes das séries iniciais do ensino fundamental pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal de Pernambuco pt_BR
dc.subject Ensino Fundamental pt_BR
dc.subject Professor pt_BR
dc.subject Museu pt_BR
dc.subject Representações Sociais pt_BR
dc.title Museu como instituição guardiã e anfitriã : representações sociais de professoras das séries iniciais do Ensino Fundamental da rede municipal do Recife pt_BR
dc.type Dissertacao pt_BR


Arquivos deste item

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples


Compartilhe esta página