A construção do saber escolar nos ciclos iniciais do Ensino Fundamental : um estudo da prática pedagógica das professoras de uma escola pública

Idiomas

Busca avançada

Mostrar registro simples

dc.contributor.advisor AGUIAR, Márcia Angela da Silva pt_BR
dc.contributor.author NASCIMENTO, Débora Maria do pt_BR
dc.date.accessioned 2014-06-12T17:22:22Z
dc.date.available 2014-06-12T17:22:22Z
dc.date.issued 2005 pt_BR
dc.identifier.citation Maria do Nascimento, Débora; Angela da Silva Aguiar, Márcia. A construção do saber escolar nos ciclos iniciais do Ensino Fundamental : um estudo da prática pedagógica das professoras de uma escola pública. 2005. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2005. pt_BR
dc.identifier.uri http://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/4689
dc.description.abstract O objetivo desta pesquisa foi investigar como professores do ensino fundamental têm se apropriado das novas pesquisas na área da lingüística e da sociolingüística, relativas ao tema variação lingüística , a fim de examinar como o têm tratado na escola. Nossos informantes foram professoras da rede pública municipal do Recife, que atuavam na 1ª série do 1º ciclo (alfabetização) e na 2ª série do 2º ciclo (antiga 4ª série) e que tinham formação superior em letras e pedagogia. Utilizamos como instrumento de investigação a entrevista semi-estruturada, a qual foi realizada em duas etapas: inicialmente formulávamos às docentes perguntas sobre suas concepções de língua, objetivos de ensino, entendimento sobre variação lingüística, etc. Em um segundo momento, apresentávamos situações-problema que poderiam ocorrer em suas salas de aula e solicitávamos que opinassem sobre a situação e dissessem como agiriam, caso fossem a mestra da turma. Os dados foram tratados com procedimentos sistemáticos da análise de conteúdo (Bardin,1977). Constatamos que o conhecimento docente acerca da variação lingüística ainda se revelava impreciso e superficial. As professoras demonstravam ter tido acesso a certas noções sociolingüísticas que vêm sendo discutidas na academia e às recentes prescrições para um ensino de língua que respeite as variedades populares. Porém, este conhecimento não se mostrou capaz de modificar velhas práticas e conceitos e permanecia uma visão homogênea da língua. Poucas professoras faziam referência a um confronto entre variedades dialetais como um meio para o ensino de diferentesformas de falar, considerando os níveis de formalismo adequados aos contextos comunicativos. Por outro lado, pudemos verificar que a proposta curricular da rede municipal e o livro didático pouco ajudavam as docentes a realizar um ensino que considere a variação lingüística de maneira abrangente e efetiva. Por fim, não verificamos diferenças marcantes nas concepções e práticas das mestras em função dos cursos de formação inicial e constatamos que as oportunidades de formação continuada também tinham contribuído pouco para um ensino que vise ao desenvolvimento da competência comunicativa dos alunos de meio popular pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal de Pernambuco pt_BR
dc.subject Ciclos pt_BR
dc.subject Prática Pedagógica pt_BR
dc.subject Saber Escolar pt_BR
dc.subject Currículo pt_BR
dc.title A construção do saber escolar nos ciclos iniciais do Ensino Fundamental : um estudo da prática pedagógica das professoras de uma escola pública pt_BR
dc.type Dissertacao pt_BR


Arquivos deste item

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples


Compartilhe esta página