Efeito do metotrexato em altas doses na progressão de lesões periapicais inflamatórias em ratos: análise histológica e imaginológica

Idiomas

Busca avançada

Mostrar registro simples

dc.contributor.advisor PEREZ, Danyel Elias da Cruz
dc.contributor.author LEÃO, Silvana Freitas De Souza
dc.date.accessioned 2017-03-14T18:38:50Z
dc.date.available 2017-03-14T18:38:50Z
dc.date.issued 2015-08-27
dc.identifier.uri http://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18415
dc.description.abstract Introdução: O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito do metotrexato em altas doses na evolução de lesões periapicais induzidas em molares de ratos e na região do periápice. Métodos: 35 ratos Wistar machos foram utilizados. As polpas dos primeiros molares inferiores foram expostas utilizando broca esférica ½ acoplada a motor de alta rotação. Após 30 dias, 7 grupos foram formados contendo 5 animais em cada um: G1- sem indução de lesão periapical e com administração intraperitoneal semanal (AIS) de solução salina (NaCl 0,9%) durante 2 semanas e sacrifício 2 dias após última AIS; os grupos G2, G3 e G4 sofreram indução de LP e AIS de solução salina por 2 semanas sendo sacrificados após 2, 4 e 7 dias, respectivamente. Os grupos G5, G6 e G7 sofreram indução de lesão periapical e AIS de MTX (12mg/kg/sem) por 2 semanas, sendo sacrificados após 2, 4 e 7 dias respectivamente. Para mensurar o tamanho das LP, foram realizadas tomografia computadorizada de feixe cônico (TCFC). Também foi realizada análise histológica para verificar intensidade do infiltrado inflamatório e presença de reabsorção óssea. As análises estatísticas utilizadas foram o teste ANOVA e o Kruskal-Wallis. Resultados: O tamanho das lesões periapicais nos grupos controle e do metotrexato não mostrou diferença estatisticamente significativa. As lesões periapicais apresentaram reação inflamatória crônica variando de leve a moderada, sem diferença significativa entre os grupos (p=0,2). Conclusão: Na presença das LP persistentes associadas ao canal radicular, o tratamento com MTX em altas doses não influenciou na progressão das lesões periapicais crônicas. pt_BR
dc.description.sponsorship Facepe pt_BR
dc.language.iso br pt_BR
dc.publisher Universidade Federal de Pernambuco pt_BR
dc.rights Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil *
dc.rights.uri http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/ *
dc.subject Inflamação endodôntica . Lesões periapicais. Metotrexato. Ratos. pt_BR
dc.subject Endodontic Inflammation.Periapical lesions.Methotrexate. Rats. pt_BR
dc.title Efeito do metotrexato em altas doses na progressão de lesões periapicais inflamatórias em ratos: análise histológica e imaginológica pt_BR
dc.type Dissertacao pt_BR
dc.contributor.authorLattes http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/busca.do pt_BR
dc.publisher.initials UFPE pt_BR
dc.publisher.country Brasil pt_BR
dc.degree.level doutorado pt_BR
dc.contributor.advisorLattes http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/busca.do pt_BR
dc.publisher.program Programa de Pos Graduacao em Odontologia pt_BR
dc.description.abstractx Introduction: The aim of this study was to determine the effect of high dose methotrexate in PL induced in rat molars and periapical region. Methods: It was used 35 male Wistar rats. To induce periapical lesions, the pulps of first mandibular molars were exposed using a ½ round bur on a high-speed handpiece. After 30 days, 7 groups were formed with 5 animals in each one. G1: no induction of periapical lesions and with weekly intraperitoneal administration (WIPA) of saline solution (NaCl 0,9%) and sacrifice after 2 days. The groups G2, G3 e G4 suffered periapical induction and WIPA of saline solution for 2 weeks being sacrified 2, 4 and 7 days respectively. The groups G5, G6 e G7 suffered periapical induction and WIPA of MTX (12mg/kg/week) for 2 weeks, being sacrified 2, 4 and 7 days respectively. For measure the size of the PL, CBCT were performed. A histomorphological analysis was also performed to determine the intensity of the inflammatory infiltrate and the presence of bone resorption. Statistical analyzes used were ANOVA and Kruskall-Wallis test. Results: The size of periapical lesions in control and methotrexate groups showed no statistically significant difference(p=0,2).PL were composed by chronic inflammatory reaction ranging from mild to moderate. Conclusions: According to the data obtained, in the presence of persistent PL associated with the root canal, treatment with high doses of MTX did not influence the progression of these lesions. pt_BR


Arquivos deste item

Os arquivos de licença a seguir estão associados a este item:

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples

Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil Exceto quando indicado o contrário, a licença deste item é descrito como Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil

Compartilhe esta página