A participação socioespacial das reprsentações de bairro na gestão e no panejamento de Campina Grande/PB: “ativismos” entre precariedades democrático-cidadãs

Idiomas

Busca avançada

Mostrar registro simples

dc.contributor.advisor SÁ, Alcindo José de
dc.contributor.author SARAIVA, Luiz Arthur Pereira
dc.date.accessioned 2016-09-06T13:21:45Z
dc.date.available 2016-09-06T13:21:45Z
dc.date.issued 2016-02-26
dc.identifier.uri http://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17803
dc.description.abstract O presente trabalho aborda o potencial participativo das representações de bairro nas práticas recentes de gestão e planejamento urbano da cidade de Campina Grande/PB, sob as perspectivas da cidadania e da democracia geografizadas em seu cotidiano. A pesquisa traz a tese de que os modelos de gestão e planejamento urbanos da cidade de Campina Grande/PB, vigentes desde meados da década de 1990 até meados da segunda década do século XXI, intensificaram a desigualdade e a exclusão urbano-espaciais mediante o ideário mercadológico instituído nas legislações, políticas urbanas e parcerias envolvendo o Estado e o capital, depreciando os espaços políticos das representações de bairro e contribuindo para o estabelecimento de diferentes padrões territoriais de democracia-cidadania, além de dificuldades quanto à participação políticarepresentativa e cumprimento dos direitos (civis, políticos e sociais) da população frente ao poder local. O objetivo geral consistiu em compreender as relações e práticas socioespaciais entre o Estado, na figura do poder público local-municipal, e as representações de bairro, enquanto entidades político-espaciais da sociedade civil, na cidade de Campina Grande/PB mediante os atuais modelos de gestão e planejamento urbanos. No que tange aos objetivos específicos, esses foram analisar a adoção e desdobramentos dos vigentes modelos de gestão e planejamento urbanos campinenses, baseados no empresarialismo urbano e no desenvolvimento geograficamente desigual de cunho mesoescalar; elucidar espacialmente as relações de poder (aqui incluindo suas estratégias, práticas e instrumentos) de poder envolvendo as dinâmicas e os agentes sociais previamente elencados no espaço urbano campinense, enfatizando as instituições do poder público local e da sociedade civil; caracterizar as práticas participativas de representações de bairro da cidade enquanto espaços historicamente políticos de ativismo e resistência, bem como as relações que estabelecem com o poder público local; e abordar os usos e as dinâmicas a partir da relação dialético-geográfica entre democracia e cidadania políticoterritoriais, enquanto possibilidades no cotidiano campinense. Quanto aos procedimentos metodológicos e técnicas de pesquisa, parte-se do método de abordagem materialista históricodialético em diálogo com outros vieses críticos. Foram realizados levantamentos bibliográfico e documental, assim como as visitas in loco a alguns bairros da cidade e espaços políticos institucionalizados, com suas devidas observações, descrições e coleta de dados/informações. Também foram aplicados questionários e visitas foram realizadas às instituições para acompanhar a gestão urbana de Campina Grande. Tem-se ainda o recolhimento de depoimentos e realização de entrevistas semiestruturadas com representantes populares atuais e anteriores dos moradores, enfatizando o contexto político e os conflitos inerentes ao cotidiano estudado. Por fim, se faz necessário o registro fotográfico de vários objetos espaciais, além de tratamento cartográfico para representação das espacialidades e contextos relacionados. A pesquisa justifica-se na contribuição à discussão dos espaços urbanos em suas dimensões políticas, com ênfase aos seus potenciais de participação e representação civil, política e social, na exequibilidade pelo acesso ao contexto em questão, incluindo o contato com representações instituídas da população e órgãos públicos responsáveis, pelo cotidiano compartilhado na condição de morador, transeunte e usuário da cidade, além do amadurecimento das ideias e reflexões decorridas ao longo outros trabalhos junto à necessidade de pensamento do constante agravamento das desigualdades e expressões da questão urbana. pt_BR
dc.language.iso br pt_BR
dc.publisher Universidade Federal de Pernambucano pt_BR
dc.rights Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil *
dc.rights.uri http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/ *
dc.subject gestão e planejamento – Campina Grande pt_BR
dc.subject participação popular pt_BR
dc.subject representação de bairro pt_BR
dc.subject democracia-cidadania pt_BR
dc.subject management and planning - Campina Grande pt_BR
dc.subject popular participation pt_BR
dc.subject neighborhood representation pt_BR
dc.subject democracy-citizenship pt_BR
dc.title A participação socioespacial das reprsentações de bairro na gestão e no panejamento de Campina Grande/PB: “ativismos” entre precariedades democrático-cidadãs pt_BR
dc.type Tese pt_BR
dc.contributor.authorLattes http://lattes.cnpq.br/6357989953875590 pt_BR
dc.publisher.initials UFPE pt_BR
dc.publisher.country Brasil pt_BR
dc.degree.level doutorado pt_BR
dc.contributor.advisorLattes http://lattes.cnpq.br/6656311800970192 pt_BR
dc.publisher.program Programa de Pos Graduacao em Geografia pt_BR
dc.description.abstractx This study approaches the participative potential of neighborhood representations on recent management and urban planning practices of the city of Campina Grande / PB, from the perspectives of citizenship and democracy in a geography way in their everyday lives. The research brings the thesis that urban management and planning models of Campina Grande/PB, in effect since the mid-1990s until the mid of the second decade of this century, intensified the inequality and the urban-spatial exclusion, by ideology marketing instituted in urban laws, policies and partnerships between the State and the capital, depreciating the neighborhood's political spaces and representations contributing to the establishment of different territorial standards of democracy-citizenship, and difficulties regarding the political-representative participation and fulfillment of rights (civil, political and social) from population to local power. The overall objective is to understand the relations and sociospatial practices between the state, the figure of the local-municipal power, and neighborhood's representations, while political-spatial entities of civil society, in the city of Campina Grande / PB through current models urban management and planning. In regard to specific objectives, these were to analyze the adoption and developments of current Campina Grande's management models and urban planning based on the urban entrepreneurism and geographically uneven development mesoescale nature; to spatially elucidate the power relations (here including their strategies, practices and tools) of power involving the dynamics and social agents previously listed in Campina Grande urban space, emphasizing the institutions of local public power and civil society; to characterize the participative practices of city neighborhood's representations while historically neighborhood's political spaces of activism and resistance, as well as the relations established with the local public power; and to address the uses and dynamics from the dialectical-geographic relationship between politicalterritorial democracy and citizenship as possibilities in Campina Grande everyday. About the methodological proceedings and research techniques, it is part of the method of the dialectical historical materialism approach in dialogue with other critical bias. Bibliographical and documental surveys were conducted, as well as field visits to some city neighborhoods and institutionalized political spaces, with their proper observations, descriptions and collecting data/info. Questionnaires were administered and visits were made on institutions to follow the urban management of Campina Grande. It has still the collection of testimonials and conducting semistructured interviews with current and former popular representatives of the residents, highlighting the political context and conflicts inherent to the studied everyday. Finally, photographic recording of various space objects is necessary in addition to cartographic representation treatment for representation of spatialities and related contexts. The research is justified in contributing to the discussion of urban spaces in its political dimensions, with emphasis to the their potentials of civil, poliical and social participation and representation on the executability by the access to the context in question, including the contact with instituted representations of the population and public agencies, through the shared everyday in city folk condition, passerby and user of the city, beyond the maturity of the elapsed ideas and reflections along other studies with the need for constant thought of increasing inequalities and expressions of urban question. pt_BR


Arquivos deste item

Os arquivos de licença a seguir estão associados a este item:

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples

Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil Exceto quando indicado o contrário, a licença deste item é descrito como Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil

Compartilhe esta página