Jornal Grito no Nordeste

Idiomas

Busca avançada

Jornal Grito no Nordeste

 

A Ação Católica Rural - ACR significava à época de sua fundação, em 1966. Posteriormente, a sigla passou a significar Animação de Cristãos no Meio Rural. Implementada por D. Helder Câmara e coordenada pelo padre Joseph Servat, tinha por objetivo sensibilizar os cristãos a assumirem, a partir da análise da realidade, seu compromisso com os valores do Evangelho em suas vidas concretas, engajando-se nas comunidades, movimentos e sindicatos rurais. Foi um movimento atuante até os anos 2000. Seu jornal chamava-se Grito no Nordeste, pois o movimento estava presente em toda essa região.

Submissões recentes

  • Ação Católica Rural (ACR)
    Diante de tempos de violência e discussão sobre o principal papel da ACR e daqueles que a formam, o quinto boletim do “Grito no Nordeste” traz um parâmetro da real conjuntura dos trabalhadores do campo na região. Os casos ...
  • Ação Católica Rural (ACR)
    Os debates entre a afirmação das marchas como fundamentais para o amadurecimento e o estabelecimento da ACR como movimento de apoio aos cidadãos rurais são o principal tema da quarta edição do Grito no Nordeste. A premissa ...
  • Ação Católica Rural (ACR)
    Por ser o primeiro ano do boletim, a ACR reitera sua função social nos bairros mais pobres do interior do nordeste como manifestação de resistência às arbitrariedades nos anos de chumbo da ditadura militar no Brasil ou até ...
  • Ação Católica Rural (ACR)
    Esta segunda edição conta com algumas inovações - pagina feminina, poesia, respostas as cartas dos leitores -, além de análises de conjunturas sob uma ótica cristã, depoimentos de trabalhadores e esclarecimentos sobre ...
  • Ação Católica Rural (ACR)
    O primeiro boletim do Grito do Nordeste apresenta o significado e representação do jornal para os trabalhadores rurais diante da conjuntura vivida nos anos iniciais da ditadura militar. “O Grito é vida e Vida Plena”, como ...

Compartilhe esta página